sábado, 20 de novembro de 2010




“Mesmo quando o outro vai embora, a gente não vai. A gente fica e faz um jardim, um banquinho cheio de almofadas coloridas e pede aos passarinhos não sujarem ali porque aquele é o banquinho do nosso amor, o nosso grande amigo. Para que ele saiba que, em qualquer tempo, em qualquer lugar, daqui a quantos anos, não sei, ele pode simplesmente voltar, sem mais explicações, para olhar o céu de mãos dadas.”

Rita Apoena

2 comentários:

Talita disse...

Muito gostoso teu blog, teus textos muito bom!

Seguindo... Quando puder, me faça uma visita:
tatapalavrasaovento.blogspot.com

Beijos, bom final de semana
Fica com Deus

Corrinha Rodrigues disse...

Tãooo lindo. Mas 'penoso'.

Parabéns pelo blog.

Postar um comentário

Faça um Blogueiro feliz, comente! rsrs ♥
Obrigado amores pelo carinho sempre constante.