quarta-feira, 3 de outubro de 2012

"O damo e a vabagunda.


Ele: Eu não tinha reparado no quanto você é pesada.
Ela: Eu não sou gorda!
Ele: Sim, mas você está bêbada. E eu acho que não tenho obrigação de te carregar.
Ela: Mas você dormiu comigo.
Ele: E daí? Não foi um pedido de casamento.
Ela: Dormir comigo te leva a ter algumas obrigações.
Ele: Te aguentar bêbada está na lista?
Ela: É o primeiro item. 
Ele: E o que mais?
Ela: Não sei, ainda estou pensando. 
Ele: Tira o dedo daí! 
Ela: Você tem cócegas?
Ele: Tenho.
Ela: E aqui perto da orelha?
Ele: É tesão.
Ela: Sua barba está mau feita.
Ele: Você está com mau hálito. Acho que não está em condições de me apontar defeitos.
Ela: E porque você olha diretamente nos meus olhos quando vai brigar comigo?
Ele: É pra me certificar de que você entendeu o recado.
Ela: E porque você olha pros seus tênis quando vai mentir?
Ele: Deita aí. 
Ela: Me responde.
Ele: A cama está uma bagunça. Você nem parece uma menina.
Ela:É porque eu não sou uma.
Ele: Sim, você é. Uma menininha mimada e nojenta.
Ela: Pega aquele travesseiro pra mim?
Ele: Pego.
Ela: Pega meu lençol?
Ele: Pego.
Ela: Me pega também?
Ele: Boa tentativa. 
Ela: Achei que daria certo.
Ele: Não tiro proveito de pessoas bêbadas.
Ela: Mentira. É que você gosta que seja especial.
Ele: Então pra você é especial?
Ela: Tanto faz.
Ele: Então dorme.
Ela: Pra você é?
Ele: Tanto faz.
Ela: Você mente mal.
Ele: Você também.
Ela: Mas eu não fico olhando pros meus próprios tênis.
Ele: Não, você olha pros meus.

PS: Isso é apenas um começo, de uma linda história de amor!
To be continued...

1 comentários:

Nanda disse...

Estou ansoisa para o final dessa historia! Rs.
Adorei cada detalhe e mesmo que de longe sigo e adoro suas postagens! Bjoss

Postar um comentário

Faça um Blogueiro feliz, comente! rsrs ♥
Obrigado amores pelo carinho sempre constante.