terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

"Este amor meu é como um rio; um rio Noturno, interminável e tardio A deslizar macio pelo ermo..." Vinícius de Morais


— É possível um rio secar completamente?
— Claro que é.
— Mas será que ele não enche depois? Nunca mais?
— Alguns sim, outros não.
— Mas nunca mais?
— Sei lá, acho que não.
— Você tem certeza?
— Certeza eu não tenho. Só estou dizendo que acho. Afinal não sou nenhuma especialista em matéria de rios, secos ou não.
— Sabe?
— O quê?
— Eu tinha esperança que o rio voltasse a encher um dia.


Caio Fernando Abreu

1 comentários:

.:*Alinezinha*:. disse...

Chama-se ESPERANÇA!!! Lindo texto, querida!!!
Beijinhos

Postar um comentário

Faça um Blogueiro feliz, comente! rsrs ♥
Obrigado amores pelo carinho sempre constante.